Fiabilidade aliada à experiência de 35 anos em Portugal

Certificados na Norma NP EN 16636 e ISO 9001

Soluções inovadoras, eficazes, rápidas e discretas

Espécies de Aranhas

A maioria das Aranhas não prejudicam ninguém, apenas são desagradáveis ao olhar e as suas teias podem causar alguma confusão. 

Desde a Aranha Doméstica Comum até à Tarântula, saiba mais sobre as Aranhas mais comuns em Portugal.

Aranha Doméstica Comum

(Família Diaspidae)

Aspecto

  • Adulto — 10 mm de comprimento do corpo, excluindo as pernas. Corpo castanho amarelado com marcas ténues. Abdómen castanho acinzentado pálido com pêlos curtos.

Ciclo de vida

  • O saco de ovos produzido pela fêmea é esférico, coberto por uma camada de seda e depositado na estrutura da teia.
  • O macho acasala várias vezes com a fêmea antes de morrer.
  • Os adultos podem viver durante vários anos.

Hábitos

  • Encontram-se vulgarmente em edifícios, alpendres e paredes.
  • Esta aranha produz uma teia que se assemelha a uma folha.

Aranha de Pernas Longas

(Pholcus phalangioides)

Aspecto

  • 7 a 9 mm de comprimento
  • Caracteriza-se por ter as pernas muito longas

Ciclo de vida

  • A fêmea coloca os ovos, e por vezes pode manter seus ovos nos seus palpos (segundo par de apêndices articulados e móveis localizados dos lados da boca)

Hábitos

  • Constroem as suas teias em áreas protegidas, muitas vezes no interior e ao redor de habitações, incluindo garagens e alpendres.
  • Para além do incómodo causado pelas suas teias, elas não fazem mal e não são tóxicas.
  • São comuns em áreas urbanas.
  • Alimentam-se de Insectos e de outras Aranhas.

Aranha de Patas Longas de Jardim

(Phalangium opilio)

Aspecto

  • Adulto — corpo de 3,5 a 9 mm.
  • A superfície superior do corpo tem um padrão cinzento/castanho e a superfície inferior costuma ser branca acastanhada.

Ciclo de vida

  • As fêmeas depositam os ovos nos solos húmidos.
  • Os ovos sobrevivem ao Inverno e eclodem na Primavera.
  • As fêmeas só depositam ovos uma vez por ano.

Hábitos

  • Vivem em campos e florestas e trepam às árvores ou procuram alimentos no solo.
  • Alimentam-se de vários tipos de Artrópodes moles, incluindo Pulgões, Lagartas, larvas de outros Insectos e Lesmas pequenas.

Escorpiões (1.100 espécies)

(Ordem Scorpiones)

Aspecto

  • Adulto — entre 1,5 e 21 cm de comprimento. 
  • A cor varia com a Espécie, de amarelo a preto. Identificam-se facilmente pelas pinças e pela longa cauda segmentada e com ferrão.

Ciclo de vida

  • Os Escorpiões têm um período de gestação longo (de 2 a 18 meses). Cada fêmea transporta 25 a 35 crias que trepam para as suas costas.
  • Mantêm-se nas costas da progenitora durante uma ou duas semanas após o nascimento. São independentes assim que abandonam as costas da progenitora e demoram 2 a 6 anos a atingir a maturidade.
  • O Escorpião comum vive três a cinco anos, mas algumas espécies podem viver até 10 ou 15 anos.

Hábitos

  • Os Escorpiões são maioritariamente nocturnos.
  • Vivem em zonas quentes e áridas, mas também podem ser encontrados em pastos, savanas, caves e florestas de folha caduca ou pinheiros.
  • O veneno do Escorpião afecta o sistema nervoso da vítima. Cada Espécie tem um veneno próprio.

Tarântulas

(Género Aphonopelma)

Aspecto

  • Adultos - 2,3 a 13 cm de comprimento, excluindo as pernas. 
  • As Tarântulas têm normalmente o corpo e as pernas cobertos de pêlos e são castanhas ou pretas. 
  • Algumas Espécies têm cores vivas.

Ciclo de vida

  • A época de acasalamento é o Outono. 
  • A incubação dos ovos demora entre 6 e 9 semanas e cada fêmea deposita entre 500 e 1000 ovos dentro de um casulo de seda. 
  • As crias deixam o casulo após 2 ou 3 semanas.
  • Vivem em média entre 25 e 40 anos.

Hábitos

  • Existem mais de 60 géneros e 800 Espécies de Tarântulas.
  • As Tarântulas preferem viver em solo seco, bem drenado, onde escavam uma toca forrada com teias de seda.

Aranha Lobo

(Trochosa ruricola)

Aspecto

  • Fêmea adulta: 8 mm de comprimento. 
  • Macho adulto: 6 mm de comprimento. 
  • A cor varia geralmente entre o castanho e o cinzento.

Ciclo de vida

  • As progenitoras Aranhas Lobo transportam as cápsulas dos ovos com elas, agarradas ao órgão produtor do fio da teia, debaixo do abdómen. 
  • Quando os ovos eclodem, as crias trepam para as costas da progenitora e aí vivem durante as primeiras semanas de vida.

Hábitos

  • Caçam de noite e passam o dia escondidas em musgos e matérias em decomposição. 
  • Vivem em buracos pouco profundos, com entrada larga e simples.

Aranha de Saco Amarelo

(Cheiracanthium)

Aspecto

  • Abdómen de cor pálida entre o amarelo e o bege, com uma ténue faixa longitudinal escura. 
  • Comprimento entre 6 e 10 mm. 4 pares de pernas, com o primeiro par mais longo do que o quarto par.
  • Oito olhos escuros de dimensão semelhante, dispostos em duas linhas horizontais.

Ciclo de vida

  • Cada fêmea gera cerca de 5 sacos de ovos, com 30 a 48 ovos em cada saco. Cada fêmea pode produzir muitos aglomerados de ovos durante a vida.
  • A postura dos ovos ocorre no Outono.
  • As crias emergem na Primavera seguinte. 
  • Cerca de 30% dos machos adultos acabam por ser devorados pelas fêmeas após o acasalamento.

Hábitos

  • Alimentação: preferem Insectos pequenos.
  • Locais - constroem um tubo ou saco sedoso (em vez de uma teia) em sítio protegido, para servir de abrigo durante o dia.
  • No exterior, podem ser encontradas dentro de folhas ou debaixo de troncos.
  • Em interiores, encontram-se nos cantos formados entre as paredes e o tecto ou atrás de quadros ou prateleiras.
  • São Aranhas que preferem o exterior, mas também se instalam em interiores se houver abundância de insectos pequenos. É mais provável que entrem nas habitações no início do Outono, altura que diminui a quantidade de alimento existente no exterior.
  • As adultas podem ser vistas de Abril a Novembro. Emergem à noite para procurar alimentos. Se forem incomodadas, deixam-se cair para o chão e procuram abrigo.
  • A picada destas Aranhas é aguda e dolorosa, podendo causar eritema e inchaço. Na zona da picadela, pode surgir um vergão onde se produz uma área necrósica cuja cura pode demorar até 8 semanas. A dor e a dormência na área da picadela podem ser seguidas de suores e náuseas que se prolongam por até 24 horas.

Aranha Castanha Solitária

(Loxosceles reclusa)

Aspecto

  • Comprimento entre 6 e 19 mm.
  • Coloração castanha ou amarela escura.
  • Pernas longas, estreitas e castanhas, com pêlos finos.
  • Seis olhos, dispostos aos pares num semicírculo.
  • Também são conhecidas como “aranhas violino” devido à marca em forma de violino que têm na parte superior, desde a cabeça até ao abdómen.

Ciclo de vida

  • A postura dos ovos ocorre sobretudo de Maio a Julho.
  • A fêmea deposita cerca de 50 ovos num saco sedoso, branco escuro, com aproximadamente 1,7 cm de diâmetro.
  • As crias emergem cerca de 1 mês depois.
  • Em média, demoram um ano até atingirem a fase adulta.
  • O adulto pode viver entre 1 e 2 anos.

Hábitos

  • Preferem locais isolados, escuros e onde não sejam incomodadas, tanto exteriores como interiores.
  • Em interiores, podem ser encontradas em sotãos, caves, armários, canalizações, caixas de arrumos, sapatos e atrás de móveis.
  • Em exteriores, podem ser encontradas em celeiros, telheiros de armazenagem, garagens e debaixo de troncos, pedras soltas ou pilhas de madeira.
  • Alimentação: preferem Insectos mortos. Conseguem sobreviver até 6 meses sem comida nem água.
  • Visibilidade — o saco serve de refúgio da Aranha durante o dia. É costume procurarem alimentos durante a noite.
  • Picada — apenas picam quando esmagadas, tocadas ou incomodadas. Ambos os sexos são venenosos. A reacção de uma pessoa a uma picadela depende da quantidade de veneno injectado e da sensibilidade da própria pessoa ao veneno. Algumas pessoas não sentem efeitos, outras poderão sentir uma dor de picadela de alfinete e outras poderão ter uma sensação de picadela seguida de dor intensa. Algumas pessoas poderão não se aperceber da picadela durante 2 a 8 horas.

Aranha Zebra

(Salticus scenicus)

Aspecto

  • Adultos: 5 a 6 mm de comprimento, excluindo as pernas.
  • Corpo preto com riscas brancas. Pernas curtas, robustas e peludas.

Ciclo de vida

  • As fêmeas guardam os sacos dos ovos e protegem as novas crias. As crias deixam a mãe após a segunda muda.

Hábitos

  • Encontram-se em casas e jardins.
  • Caçam directamente as suas presas, não produzindo teias.
  • É frequente serem vistas a saltar.

Próximos Passos

Encontre a SUA Delegação

Código Postal