Evitar e Tratar Picadas de Insectos

Proteger-se a si e à sua família contra picadas de insectos

Os insectos picam para se alimentarem de sangue. Normalmente, as picadas não são dolorosas. A comichão resultante é que causa desconforto.

A situação pode tornar-se particularmente dolorosa quando se sofre de múltiplas picadas de insectos. E isto é o que geralmente acontece com os insectos domésticos, sobretudo pulgas e percevejos.

Mas é possível tratar a sua casa para se ver livre de qualquer insecto que pique e há algumas precauções básicas que podem reduzir significativamente os riscos de ser picado por insectos no exterior.

Os insectos que picam e a sua saúde

Em muitas partes do mundo, os insectos que picam são responsáveis pela difusão de doenças como Malária, Tifo, Febre-amarela, Vírus do Nilo Ocidental e Encefalite. Sempre que visitar países tropicais, planeie as vacinações com antecedência e tenha cuidados especiais para evitar expor-se a insectos que piquem.

Em Portugal é muito raro haver transmissão de doenças por picadas de insectos.

As carraças que habitam em prados com ervas longas, onde haja animais de pasto, representa um pequeno risco de transmissão da doença de Lyme – siga os conselhos dados em baixo para evitar picadas de insectos no exterior.

O principal risco das picadas de insectos é a irritação da pele causada pelas picadas. Quando os insectos picam, injectam saliva para garantirem que o sangue flui sem coagular. A resposta do nosso sistema imunitário é que causa a irritação.

Sensibilidade em relação a picadas de insectos

Parece que os insectos têm alguma preferência quanto aos indivíduos que picam e nós demonstramos diferentes níveis de sensibilidade em relação às picadas. Geralmente, as crianças e as pessoas que são picadas repetidamente são as mais sensíveis.

As picadas de insectos raramente requerem tratamento médico. No entanto, chame uma ambulância imediatamente se alguma picada provocar inchaço na garganta, boca ou língua a ponto de dificultar a respiração.

Há mais riscos de reacção alérgica às ferroadas de insectos (normalmente vespas e abelhas) do que às picadas de insectos sem ferrão. Também nestes casos deverá chamar uma ambulância se houver suspeita de picada com ferrão e houver sintomas de forte reacção alérgica.

Tratar picadas de insectos

O tratamento mais importante para as picadas de insectos é a limpeza da ferida.

Se tiverem ficado alguns restos do insecto na ferida, remova-os cuidadosamente com uma unha ou pinça. Em seguida, lave a ferida com água e sabão ou com um toalhete desinfectante.

É possível reduzir um inchaço imediatamente após uma picada cobrindo-o com uma compressa fria ou gelo envolto num pano (mas nunca aplique o gelo directamente sobre a pele).

O inchaço resultante de uma picada pode demorar mais de uma semana até desaparecer e continuar a causar comichão por vários dias.

Pode aliviar a comichão e o inchaço com algum creme anti-histamínico próprio para picadas e ferroadas. Os anti-histamínicos de via oral também podem ajudar, especialmente nos casos de múltiplas picadas.

Tente não coçar as picadas, pois isso apenas aumentará a comichão e pode levar à infecção da ferida por bactérias.

Consulte um médico se:

  • o inchaço ou a dor forem graves ao ponto de o impedir de dormir ou de se mover;
  • o inchaço continuar a piorar para além de um dia após a picada;
  • a picada parecer estar infectada.

As picadas repetidas, como acontece com infestações de pulgas, podem provocar dermatite ou sensibilização da pele. Consulte um farmacêutico ou um médico para obter tratamento.

Identificar as picadas de insectos

Na maior parte dos casos, é difícil identificar o insecto a partir da picada. As reacções às picadas variam tanto que o mais provável seria um diagnóstico errado.

Geralmente, é mais importante identificar o local onde a picada ocorreu e procurar outros indicadores para identificar o insecto e garantir que a área é tratada ou, pelo menos, evitada para que não ocorram mais picadas.

Insectos domésticos que picam

Pode ser aflitivo ter uma infestação de insectos em casa, mas não há necessidade de tolerar a sua presença porque existem tratamentos para lidar com eles.

Neste país, as três fontes mais comuns de picadas de insectos em casa são as seguintes:


Mosquitos (miniatura)Mosquitos e outros insectos voadores que picam
  • Costumam picar após o entardecer e durante a noite.
  • São mais comuns em zonas com águas paradas.
  • É costume serem vistos a descansar nos tectos e nas partes superiores das paredes.

Mantenha as janelas fechadas durante a noite ou utilize mosquiteiros para evitar que os mosquitos entrem na sua casa.

No interior da casa, pode eliminar os mosquitos como eliminaria qualquer outro insecto voador.

Pulga do Gato (imagem)Pulgas
  • Associadas a cães e gatos de estimação.
  • Frequentemente encontradas em casas onde ouve animais de estimação.
  • Passam a picar as pessoas quando os animais de estimação deixam de estar presentes.
  • As picadas aparecem geralmente agrupadas nos tornozelos e nas partes inferiores das pernas.

Consulte o nosso guia de tratamento contra pulgas se suspeitar que tem uma infestação destes insectos em sua casa.

Percevejo (miniatura)Percevejos
  • Insectos nocturnos que picam durante a noite.
  • As picadas podem aparecer em qualquer parte do corpo.
  • Pequenos pontos de sangue deixados nos lençóis.
  • Manchas nos colchões e nas áreas circundantes.

Consulte o nosso guia de tratamento contra pulgas se suspeitar que tem uma infestação destes insectos em sua casa.

Estas são as causas mais comuns de picadas de insectos em casa, mas existem muitas outras. De qualquer forma, todas podem ser tratadas.

A Rentokil oferece um serviço de visita ao domicílio para lidar com todos os tipos de insectos que picam e outros problemas de pragas domésticas. O nosso serviço é rápido, eficaz e oferece o mais elevado nível de segurança para a sua família e para os seus animais de estimação.

Se desejar mais conselhos ou agendar a visita de um dos nossos técnicos de serviços, contacte-nos pelo número gratuito 808 21 08 08.

Insectos de exterior que picam

É quase sempre difícil identificar o local e o momento em que picada ocorreu, bem como o insecto causador. Se for picado, o melhor que tem a fazer é garantir que isso não voltará a acontecer.

Para evitar ser picado no exterior:

  • Evite vestuário de cores muito claras e odores fortes como perfumes e desodorizantes, dado que atraem os insectos.
  • Use vestuário de manga comprida, calças, calçado integral e chapéu para reduzir a área de pele exposta.
  • Use um spray repelente de insectos na pele que ficar exposta.
  • Use produtos repelentes de insectos, como velas repelentes, quando não estiver em movimento.
  • Evite deixar bebidas e alimentos doces expostos.
  • Evite áreas onde existam águas paradas ou estagnadas.
  • Evite andar pelo meio de mato alto ou arbustos.
  • Introduza as calças nas meias quando andar pelo meio de mato ou arbustos.

Estas precauções são especialmente importantes ao entardecer e durante a noite, dado serem as alturas em que muitos insectos que picam estão mais activos.