Fiabilidade aliada à experiência de 35 anos em Portugal

Certificados na Norma NP EN 16636 e ISO 9001

Soluções inovadoras, eficazes, rápidas e discretas

As Pragas no Século 21

Nos últimos anos, um pouco por todo o Mundo, as Pragas tornaram-se um grande incómodo nas actividades diárias do Ser Humano, contribuindo para a procura crescente de Empresas Profissionais de Controlo de Pragas.

As Pragas tornaram-se cada vez mais adaptáveis a diferentes tipos de ambientes, como os ambientes urbanos, o que lhes permite prosperar nos mesmos.

Também tem havido um aumento da resistência das Pragas em relação aos métodos tradicionais de Controlo de Pragas, bem como histórias de “super raças”, como as dos Ratos gigantes, cada vez mais frequentes um pouco por todo o lado.

Porque é que a procura por Controlo de Pragas tem aumentado?

Aumento da população

Em 2025, quando a Rentokil comemorar o seu 100º aniversário, a ONU prevê que a população Mundial seja de 8 biliões (ou seja, um aumento de 5 biliões desde 1960).

Este aumento gradual da população levou a um aumento também de áreas habitadas, locais esses em que a Pragas prosperam. Isto porque nestes locais, elas conseguem alimento e abrigo. As desvantagens de partilhar a sua Casa com uma Praga são as implicações que esta pode trazer para a sua saúde, bem como os danos que algumas delas podem causar numa Propriedade.

Além do aumento de áreas populacionais, o aumento da população também trouxe o aumento da procura de alimentos. As Empresas da Indústria Alimentar são bastante afectadas por Infestações de Pragas, como Ratos, Ratazanas ou Insectos dos Produtos Armazenados, que contaminam as áreas de produção e consomem os produtos.

Actividade Económica

O aumento da Actividade Económica, em conjunto com o aumento de Instalações, tais como as de Escritórios, Hotéis e Restaurantes (para citar apenas alguns) tem levado a um aumento de ambientes adequados ao aparecimento de Pragas.

Escritórios:
A necessidade de melhorar as condições económicas através da oferta de mais empregos ao público levou à construção de mais Edifícios Comercias com Escritórios com elevados níveis de ocupação.

Uma desvantagem desta situação é que um Escritório se torna num ambiente favorável ao desenvolvimento de Pragas, tais como os Roedores. Isto porque um Escritório é quente, acolhedor e rico em fontes de alimento para Pragas como os Ratos.

O aumento no uso de tecnologia criou aquilo que pode ser considerado como autênticas auto-estradas para Roedores, oferecendo fácil acesso aos Edifícios e dentro dos mesmos através de rotas de cabos e tubos.

Pragas num ambiente de Escritório podem ter um impacto negativo na saúde, mentalidade e produtividade dos seus colaboradores.

Hotelaria:
Tal como nas Instalações de Escritórios, os Edifícios da Indústria Hoteleira, bem como de Bares, Cafés e Restaurantes também fornecem um ambiente estável para o desenvolvimento de Pragas, precisamente pelas mesmas razões.

Desta forma, o Controlo de Pragas é cada vez mais importante em lugares onde as pessoas comem, bebem e dormem, pois estes exigem certificados de Higiene e Segurança Alimentar.

Em adição, o aumento de Hotéis e de Cadeias de Hotéis de baixo custo, especialmente em Países que recebem muitos visitantes como Inglaterra, proporcionou o retorno de Pragas como os Percevejos das Camas, sendo que, só entre 2011 e 2012, houve um aumento de 90% de Infestações de Percevejos no Reino Unido. Este facto foi explicado através do aumento das viagens, à medida que mais pessoas se tornaram capazes de passar férias no estrangeiro, assim como a falta de conhecimento em relação a esta Praga.

Hoje em dia, Hotéis de todo o Mundo optam por uma gestão proactiva sobre estas Pragas, utilizando produtos de controlo, tais como monitores de Percevejos e fornecem formação aos seus Funcionários, na tentativa de prevenir Infestações de Percevejos das Camas.

Habitação:
O crescimento da população Mundial levou ao crescimento do mercado imobiliário, com a demanda por novas habitações a tornar-se cada vez maior.

Em áreas como a América do Norte e a Austrália, as Térmitas têm-se aproveitado deste aumento no desenvolvimento do mercado imobiliário para satisfazer a sua demanda por madeira.

Nestes locais, o Controlo de Térmitas tornou-se cada vez mais popular. As Térmitas causam mais danos às propriedades na América do Norte e Austrália do que os incêndios e as inundações juntos.

Alterações Climáticas

Não há dúvida de que as Pragas são um problema maior em climas mais quentes, especialmente quando se pensa nas Pragas associadas aos meses de Verão, como as Moscas, os Mosquitos, as Vespas, as Formigas e as Baratas.

O impacto das alterações climáticas é um factor importante no que ao Controlo de Pragas diz respeito.

Invernos mais suaves, Verões mais quentes e um aumento da precipitação têm potencial para alterar o paradigma das Pragas. Recentemente, tem havido um ligeiro aumento nas taxas de sobrevivência de Mosquitos e outros Insectos na Europa, trazendo consigo muitas preocupações à volta de doenças transmissíveis pelos mesmos neste Continente.

A mudança climática pode também levar as Térmitas a migrar mais para o Norte da Europa.

Um exemplo perfeito das alterações climáticas que afectam o paradigma das Pragas é o Mosquito Tigre Asiático. Até à data esta Praga espalhou-se por, pelo menos, 28 Países fora do seu território nativo. Este é o mesmo Mosquito que trouxe a doença Chikungunya à Itália em 2007.

Tal como acontece com os Mosquitos, as Moscas prosperam em climas mais quentes. A Organização Mundial da Saúde prevê que as populações de Moscas aumentarão em 244% até 2080, trazendo consigo um aumento das doenças com origem nestes Insectos.

Como Organização Global, a Rentokil vai continuar a monitorizar, controlar e eliminar Pragas um pouco por todo o Mundo e onde quer que estas causem problemas. Iremos pesquisar, desenvolver e inovar para garantir que nos mantemos sempre um passo à frente das Pragas.

Urbanização

De acordo com as Nações Unidas, 54% da população Mundial vive em áreas urbanas, uma proporção que deverá aumentar para 66% até 2050. A América Latina, actualmente, é o Continente mais urbanizado do Mundo, com 80% da sua população a habitar em cidades.

Voltando à secção anterior sobre a Actividade Económica, devido ao aumento da urbanização, estão a ser construídos mais edifícios dentro das Cidades, tais como Casas, Escritórios e Restaurantes. A expansão das Cidades também obriga as Pragas a mudarem e a se adaptarem a novos ambientes. É seguro dizer que se adaptaram muito rapidamente e confortavelmente.